Tenho alma de Cassandra

Das coisas mundanas e humanas
tenho fé
tenho esperança
que caibam voragens
que sobrem estrelas
que nada embolore
a alma
a calma
a paz.

Tenho dias de explosão
tenho dias de quietude
tenho sonhos de solidão
tenho desejos de juventude

Tenho tanto e tão pouco
que mal me cabe
a danada da esperança
tenho alma de Cassandra

As pedras do caminho
são pedras, são pedras, são pedras
Me dificulto bani-las
São cortantes
São rolantes
São brutas
São 

As rosas que são rosas
apenas rosas
As rosas acenam
As rosas exalam
As rosas são fenix

Os mitos não me fascinam
Não acredito em gurus
Não me sinto no rebanho
o humor me salva
O humor me transborda

Sei rir de mim
Sei rir em conjunto
Sei ser feliz sozinha
Sei ser feliz acompanhada

A liberdade me acompanha
Nos acompanha
Nos revigora
Nos torna diferentes

Nada nos domina
Muito menos o garrão
O ódio do egoísta
O egoísmo
A coisa velha
que se agarra ao carcomido
Para tentar sobreviver
A sibilina
gosma da serpente

Tenho alma de Cassandra
Tenho sede de verdade
Sou


  



  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Procurando palavras

De um olhar fez-se o encontro

Ausência de um tempo feliz