Os sinais do universo e a auto sabotagem

Definitivamente eu sempre me auto saboto.
Dizem que é uma forma de evitar algo que nos assusta.  (Leia aqui sobre auto sabotagem)
Não é sempre e não é em tudo. Não era.
Definitivamente (e quando a gente está meio que no fundo do poço tudo assume uma forma trágica e perene) estou em uma das piores fases de auto sabotagem.
E reconhecendo esta má fase e não tendo ninguém mais a quem recorrer, rezei e pedi uma inspiração. 
E um dos segredos de receber ajuda das forças energéticas é saber reconhecer as respostas nas entrelinhas. Só hoje já li uns três textos porrada, desses de dar soco falando verdades que não se quer ver.
Restam dois caminhos: o da avestruz e do coitadismo. E o da reação. 
A reação começa pelo auto conhecimento. 
E foi nessa linha que fui tentar responder as perguntas da postagem do link acima que me pareceram interessantes

O que está ganhando ao agir assim?

  • Difícil essa. Quando os "ganhos" são negativos a gente tenta empurrar as respostas para baixo do tapete. O maior ganho é fugir do sucesso. E isso na verdade é um medo do fracasso e de não corresponder às altas expectativas dos outros e principalmente de mim mesma. 

- O que irá perder se parar com isso?

  • Talvez a constatação de que não sou a criatura tão espetacularmente inteligente que me fizeram crer que sou.

- O que acontece se você não tiver mais essa desculpa para não dar certo?

  • Vou talvez fracassar. E encarar o fracasso é terrível.

- É seguro parar com isso?

  • Não. E por isso é assustador. Mais que encarar o fracasso que "ganho" aos não tentar

- Como irá agir sem se sentir vítima?

  • Vou ter que aguentar a barra. O que já venho fazendo há ano. E me arrebentando por dentro. Talvez tenha que deixar o orgulho de lado e pedir ajuda. (ah!!! sim, eu sou orgulhosa, é um dos meus maiores defeitos) 

- Não sendo coitadinho terá atenção, cuidado e carinho?

  • Não sendo coitadinho eu nunca tenho atenção, cuidado e carinho. Todos me julgam mais forte e mais inteligente do que eu me julgo. Talvez pedir ajuda e ser coitadinho me assustem muito. 

- O que recebe agora com o auto boicote?

  • Ah!!! O X da questão. O que recebo??? Talvez mais fácil responder o que não recebo: independência. Não estar no palco. Ficar na sombra. Ter desculpas para não tentar. Não errar (este último ganho é uma falácia porque sei que erro e muito para justificar a sabotagem.

Como sair disso então?

Um passo básico é enfrentando uma das principais maneiras me auto sabotar : a procrastinação.

Eu adio sim. E todas as vezes em que faço isso, sei que vou me ferrar. E continuo adiando. Então enfrentar de vez cada assunto parece ser uma boa estratégia.

Outra maneira eficaz creio que seja pedir ajuda quando precisar. E para isso preciso de humildade para reconhecer meus limites. Ou seja, enfrentar o orgulho e partir em frente.

E como enfrentar o medo de falhar? Para isso não tenho respostas fáceis ou prontas. Acho que só enfrentando para saber.

E a última: ajuda profissional. Não descarto. Já fiz psicoterapia por muitos anos e foi maravilhoso. Fiz individual e em grupos. Mas não gostaria de usar tarjas pretas, azuis ou brancas no momento. Ainda tenho meus pudores.      

Termino aqui minha auto terapia de 2018. A inicial. Compartilhei com vocês como um pedido de ajuda. Quando me virem aqui, despida de vergonhas, contando meus medos e defeitos, pensem em mim apenas como uma mulher que está pedindo compreensão e apoio. Do jeito que vier. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Procurando palavras

De um olhar fez-se o encontro

Ausência de um tempo feliz