quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Experiencia ou IMperiência


Experiência todo mundo sabe o que é. É viver algo para fora. É botar a cara à palmatória, é se jogar. Sem experiências nada se constrói. Pelo menos nada de novo. 

Muitas vezes experimentar exige coragem e arrojo. Ninguém pode experimentar pela gente. Podem aconselhar, dar dicas, podemos vasculhar o google e amigos sabidos atrás das deles. Mas na hora AGÁ, é a gente que tem que levantar e fazer. Experimentar. E fazemos isso a toda hora. Foi assim que aprendemos a nos comunicar, a andar, foi assim que tomamos um porre ou degustamos uma bela comida. É assim que vivemos. Bem ou mal.

Mas Imperiência? Alguém sabe o que é? Eu ouvi essa definição há muitos anos atrás e nunca esqueci. "Imperiênciar" é viver algo dentro de nós. Sonhar? Um pouco sim, um pouco não. 

Sabe a diferença básica? Nem sempre estamos prontos para experimentar tudo. Algumas vezes vai nos machucar e não estamos inteiras para aguentar o tranco. Na maioria das vezes é essa a razão principal de optar pela imperiência ao invés da experiência.

É como se fôssemos atores ensaiando uma peça que um dia talvez vá ao ar.

Lembre disso quando sentir vontade de experimentar algo, mas não tem a certeza dentro do seu coração de ser o caminho ou a hora certa. Viva para dentro antes de viver para fora.

Nenhum comentário:

Postar um comentário