Ouça a postagem

dos Signos



Áries
Branca, preta ou amarela
A ariana zela.
Tem caráter dominador
Mas pode ser convencida
E aí, então, fica uma flor:
Cordata… e nada convencida.
Porque o seu dominador
É o amor.
Eu cá por mim não tenho nenhum
Preconceito racial:
Mas sou ariano!

Não tinha nascido nem em março 
Muito menos em abril
Mas era todo ariana desde sempre
Nariz empinado de razão 
A primeira a esquiar 
Ralar joelho, nariz e alma
Nas escaladas fagueiras
Quando viu Miguel 
Acercou sem piedade 
Só acalmou no primeiro filho 
Era mãe moleca
Das que crescem junto com a piazada
Uma escada
Uma tripa
Dos mais velhos aos mais moços 
Anos de risadas/lagrimas e busca
Miguel vinha como dava
Corria para alcançar o pique
Bufava, sorria e prosseguia 
Um dia viraram avós 
Vida feita e cama desfeita
Seria um paraiso
Nao fosse a pandemia
Ser velho virou descarte
Pesava para o sistema
Logo eles que acreditaram nos mitos
Todos eles
Entre cada filho, um novo senhor
Entre cada orgasmo, uma nova benção 
Restava agora olhar na janela
Ja que nem velar seu Miguel poderia
Logo ela, tão ariana
Tão decidida labareda
Restaram cinzas
Melhor aceitar
Que nascera geminiana.
Gêmeos
A mulher de Gêmeos
Não sabe o que quer
Mas tirante isso
É boa mulher.
A mulher de Gêmeos
Não sabe o que diz
Mas tirante isso
Faz o homem feliz.
A mulher de Gêmeos
Não sabe o que faz
Mas por isso mesmo
É boa demais…

Comentários