Cultura do OU - o caminho é agora

Verdades e certezas absolutas. Estou fora. 

A gente constrói nossas vidas em escolhas e esbarramos em encruzilhadas. Ou isso ou aquilo. E muitas vezes temos que optar. Algumas decisões são difíceis, complicadas. Mas delas é feita nossa vida.

Para nos amparar vamos construindo uma rede de certezas. Algumas nos servem agora. Ou nos serviram no passado. É bom ter convicções. Mas para mim cristalizá-las, mantê-las congeladas como verdades absolutas cheira a sectarismo.

Nunca gostei de gurus. Nunca acreditei que devo seguir cegamente algo porque alguém assim pensou alguma vez. Por mais sagrado, inteligente e respeitado seja o texto. 

Não acredito em dogmas. Não sei porque algo tenha que ser isso OU aquilo sempre. Porque não pode ser isso E aquilo. Ser cristão e marxista. Acreditar em meritocracia e cotas. Também vale para o contrário. Aceitar algo do espiritismo, mas não tudo. Vale para qualquer religião. Estar aberto à outras verdades.

Ser gremista e não anti colorado. Ter amigos que creem (MUITO) diferente e mesmo assim amá-los de verdade. Conhecer quem pense muito parecido e não ter nada a ver.

A vida é feita de possibilidades. Quando a gente delimita os caminhos em isso OU aquilo, sempre fecha horizontes.

E o futuro  é feito de folhas em branco prontas para que se rascunhe, escreva, reescreva e repense nossa história. O caminho é agora.

Comentários

  1. É sempre bom ler seus comentários.gosto da sua lucidez para todas as situações que se apresentam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada José Antonio, teu carinho comigo me encanta. Abraços

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Procurando palavras

De um olhar fez-se o encontro

Ser um hóspede elegante - 10 pequenas regrinhas