Ouça a postagem

Apesar de vocês mantenho meus afetos

Elenara Elegante frases

Acordo necessidades de afeto. 

Leio que dengo é encontro e penso em escrever sobre. Nas pesquisas que sempre faço encontro um texto magnifico que diz tudo e deixo aqui com vocês: A palavra não é amor, é dengo. E nada mais me resta a falar sobre dengo. Apenas, quem sabe, sentir. Ou tentar, do meu modo.

Acordo sozinhez.

Noite de pequeno acordar me leva à passeios estranhos onde seres esperam que alguém que já morreu há duas décadas apareça para ungir o candidato dos seus sonhos. Esses e os que acreditam na Terra Plana. Esses e os que acreditam em mitos que os tiranizem governem e possam ser os seres bonzinhos que dizem amém e seguem as regras impostas, sem questionar. Daqueles que acreditam que caridade é mais saudável que inclusão social porque essa última incomoda e a primeira faz bem ao ego.

Acordo saudades.

Converso com amigas queridas que pouco conheço na vida real, mas que sei de profundas conexões de carinho. Carinho é força propulsora que quebra barreiras, faz bem ao coração e fomenta a mente e a alma. Carinho e troca faz pensar. Pensar faz viver. Viver apaixona.

Me torno esperançosa.

O céu se mescla de cinza e encobre a luz. Os carros continuam passado. A vida que se faz. Um gato que toma banho ao meu lado. Uma dor persistente nos ombros que me lembra a ansiedade que me acompanha. Pesa. Eu pesada. Eu precisando descartar. Eu me reabastecendo.

Me faço aberta.

Vejo amiga que se descobre e se ilumina. E ilumina um pouco de mim também. Faço viagens ao passado e me torno melancólica. Nem tudo flores. Nem tudo colheita. Tudo eu. Minha rota e trajetória. Faço comigo um pacto de escrita. E de retentar. Começar e recomeçar quantas vezes for necessário. 

Me faço gente.

Olho a janela. Quarentas anos que tenho a mesma vista. Quarenta anos que mudaram vidas e rumos. País que se descobriu e se perdeu. Gente que se revelou. Afetos que se estranharam. Desencontros. Partidas. Novos amores e amigos. Importante manter a mente lúcida e a alma serena, apesar de vocês.

Apesar de vocês

O ódio não entra em minha vida. Este gosto não vão ter. Minha alma ainda encontra espaço para o dengo, mesmo que essa palavra não me pertença culturalmente. Meu encontro com a beleza e a poesia me mantém viva. Assim como meu encontro com a crueza e revolta. Os dois me mantém viva. 

Deixo um encontro entre três frases que resumem meu momento:

Só há duas opções nesta vida: se resignar ou se indignar. E eu não vou me resignar nunca. Darcy Ribeiro


Olhe pra estrela que o dedo aponta e não para o dedo que aponta à estrela. Sidarta Gautama (Buda)

A resposta certa, não importa nada: o essencial é que as perguntas estejam certas. Mario Quintana

Paz e harmonia!



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Quando a vida me toma de roldão

Quando o palco desilumina

doar sorrisos não tem preço