Escolhas - o sentido da vida é em frente

Desde que abrimos os olhos para o mundo, nossas vidas são determinadas por nossas escolhas.

Respirar, chorar.

 Levantar, cair, levantar de novo. 

Entre tentativas e erros vamos crescendo.

Alguns de nós com mais sorte, tem pais e famílias que apoiam e dão continente às tentativas de viver o mundo que fazemos desde crianças.

Outros tem que aprender na marra.

Uns ficam pelo caminho.

Outros voam porque enfrentam o destino e fazem sua história acontecer.

Nos tornamos adultos quando sabemos enfrentar as consequências de nossas opções.

Uma vez a filha de uma amiga lhe disse: quando encontrar uma encruzilhada, escolhe o caminho que fizer seu coração vibrar. E esquece o outro.

Faz sentido.

Quantas vezes paramos a caminhada questionando: E se??

Se tivesse escolhido estudar História em vez de Arquitetura?

 Se tivesse aceitado aquele namorado que parecia tão certo em época tão errada. 

Se tivesse estudado fora?

Se não tivesse tido medo? 

Se perdesse aquele voo que mudou a vida?

Os "e se" são importantes como análise do que foi feito, para reafirmar rotas porque a vida nem sempre é linear. 

Aprender com o passado, mesmo com os erros cometidos, é importante para solidificar o presente.

As respostas dos "e se" não existem. 

Talvez em algum universo paralelo onde todas as possibilidades foram exploradas e existam clones de nós, vivendo outras mil vidas.

Neste mundo real onde vivemos, nossas escolhas nos moldaram.

Nos moldam até hoje.

As palavras que não dizemos.

 Os arrependimentos nos mostram portas a serem abertas e cruzadas. 

Os acertos nos dão conforto no caminho elegido.

A vida, essa segue em frente. 

Sempre.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Procurando palavras

Quando a Alma se esvazia

Escolhas são apenas escolhas