domingo, 5 de julho de 2015

Sonho contigo

Sonho contigo.

Repetidas vezes.

Não sei explicar porque, se fizeste parte de minha vida, foi há muito tempo atrás.

Tempo demais. No tempo em que meus olhos eram de esperança e minhas carnes mais firmes.

Lembro da primeira vez que te vi. Lembro da emoção de dançar contigo. 

Mas não, não lembro do primeiro beijo. Gozado, só fui me dar conta disso agora. Talvez não tenha importância. 

Enfim. A vida nos juntou algumas vezes. Nos separou outras.
Nos separamos. Não era para ser.

Não foi doído. (Minto, foi sim. Mas foi elaborado. E deixou de doer)
Mas mesmo assim, sonho contigo.

Não é sempre. Não, não pense que é recaída juvenil. Apenas sonho contigo. E é bom.

Dizem que o sonho revela desejos ocultos. Pode ser.

Dizem que podem revelar muito de nós. Até acredito.

Não me debrucei para pensar a respeito. Não quero. Apenas gosto da sensação boa que o sonhar contigo me dá.

Me sinto mais próxima daquela menina de olhos esperançosos.

Talvez por isso continue a sonhar contigo. De vez em quando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário