quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

O passado do futuro é hoje

Sempre fui fissurada nessa coisa de voltar ao passado. Um dos filmes que mais gostava era Somewhere in Time sobre um amor que era maior que o tempo.

Mas tem um componente nessa ideia de voltar ao passado que é maior que o próprio achar um grande amor. E se a gente pudesse rever e transformar o nosso próprio afazer? Mudar nossa história revendo nossas escolhas? 

Talvez por isso tenha gostado tanto de um filme que vi nesse ano - Questão de Tempo. E tenha ficado apaixonada pela série Being Erica que já devorei quase uma temporada em um dia. Seja na saga dos homens da família que podiam reescrever as suas vidas, seja nas escolhas que Erica pode rever e também mudar, existe aquilo que todos nós em suma talvez gostássemos. Poder voltar, sabendo o que sabemos hoje. 

Mas...

O passado do nosso futuro é hoje. E se tem algo que a minha resiliência me ensinou é que um dia passa o outro. E nós sobrevivemos. Se não tão bem em algum dia, podemos mudar o foco hoje. Seja para fazer melhor em nós mesmos, seja para dizer o que não dissemos, seja para viver mais.

Mudar o foco. Maravilha! Mas como conseguir isso naqueles dias em que nada parece fazer sentido? 

Cansada da labuta
Ora direis, vá olhar estrelas
Melhor tomar cicuta 

Tem horas em que a vontade de tomar cicuta, sumir do mundo, se deixar levar pelo desânimo e tristeza é maior que a auto vontade. Já passei por isso. Todos já passamos. Uns melhor, outros com mais dor. Alguns sem atinar a solução. 

Talvez aceitar que somos humanos nessa hora. Não príncipes nem princesas. Não super pessoas. Apenas humanos. Erramos. Nem sempre nossos acertos são vistos assim pelo mundo. Se até Van Gohg morreu pobre e sem que quase ninguém entendesse a sua arte....

Humanos erram. Humanos choram. Humanos pedem ajuda. Humanos se emputecem. E humanos aprendem. E crescem.

Então pensando melhor ainda, se não fossem esses erros que cometemos e nos fazem refletir, não seríamos as pessoas de hoje, as que tem as respostas para os erros que poderiam corrigir se soubessem disso. 

Hoje sabemos. Hoje é a resposta. Hoje é o tempo certo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário